Materiais de apoio

Filmes

  • Ao Mestre, Com Carinho
    To Sir, With Love (1966)

    Um jovem professor enfrenta alunos indisciplinados e desordeiros, neste filme clássico que refletiu alguns dos problemas e medos dos adolescentes do anos 60. Sidney Poitier tem uma de suas melhores atuações como Mark Thackeray, um engenheiro desempregado que resolve dar aulas em Londres, no bairro operário de East End. A classe, liderada por Denham (Christian Roberts), Pamela (Judy Geeson) e Barbara (Lulu, que também canta a canção título), estão determinados a destruir Thackeray como fizeram com seu predecessor, ao quebra-lhe o espírito. Mas Thackeray, acostumado a hostilidades, enfrenta o desafio tratando os alunos como jovens adultos que em breve estarão se sustentando por conta própria. Quando recebe um convite para voltar a engenharia, Thackeray deve decidir se pretende continuar.

  • As Duas Vidas de Audrey Rose
    Audrey Rose (1977)

    O excelente Anthony Hopkins é o estranho que procura um casal, tentando obsessivamente convencê-los de que a filha deles, Ivy, de 12 naos é na realidade a reencarnação de Audrey Rose, a filha que perdera num trágico desastre de automóvel. Absorvente e assustador, tenso e revelador.

  • As Horas
    The Hours (2002)

    Em três períodos diferentes vivem três mulheres ligadas ao livro “Mrs. Dalloway”. Em 1923 vive Virginia Woolf (Nicole Kidman), autora do livro, que enfrenta uma crise de depressão e idéias de suicídio. Em 1949 vive Laura Brown (Julianne Moore), uma dona de casa grávida que mora em Los Angeles, planeja uma festa de aniversário para o marido e não consegue parar de ler o livro. Nos dias atuais vive Clarissa Vaughn (Meryl Streep), uma editora de livros que vive em Nova York e dá uma festa para Richard (Ed Harris), escritor que fora seu amante no passado e hoje está com Aids e morrendo.

  • Asas da liberdade
    Birdy (1985)

    O filme é a comovente história da obsessão de um homem e da firmeza da amizade e lealdade de outro. Ele conta a história de um homem jovem, criado na miséria e mentalmente aterrorizado no campo de batalha, que busca refúgio na fantasia de voar. Flutua livremente através do tempo, por entre o sonho e a realidade, tendo como pano de fundo as ruas e os becos da cidade de Filadélfia e a frente de batalha no Vietnã.

  • Beleza Americana
    American Beauty (1999)

    Lester Burham (Kevin Spacey) não aguenta mais o emprego e se sente impotente perante sua vida. Casado com Carolyn (Annette Bening) e pai da “aborrecente” Jane (Tora Birch), o melhor momento de seu dia quando se masturba no chuveiro. Até que conhece Angela Hayes (Mena Suvari), amiga de Jane. Encantado com sua beleza e disposto a dar a volta por cima, Lester pede demissão e começa a reconstruir sua vida, com a ajuda de seu vizinho Ricky (Wes Bentley).

  • Betty Blue
    Betty blue (1986)

    Assistir o filme “ Betty Blue” é quase uma aula sobre a evolução do Transtorno de Personalidade Borderline.

    Ao conhecer Zorg, Betty se embrenha num relacionamento afetivo-sexual intenso e instável. Entre momentos de amor intenso e agressividade, Betty estabelece seu trajeto patológico rumo à psicose.

    Destrutiva inicialmente, Betty incendeia a casa onde Zorg mora, obrigando o a ir para Paris e estabelecendo nesse momento um pacto subjetivo e idealizado com Zorg. O reinício lhe assegura a continuidade ao mesmo tempo que simbolicamente destrói a consciência na figura da casa, destrói a raiz, o chão e a realidade.

    A partir de então, Betty vai embrenhar-se na sua fantasia patológica.

  • Bicho de Sete Cabeças
    (2001)

    Seu Wilson (Othon Bastos) e seu filho Neto (Rodrigo Santoro) possuem um relacionamento difícil, com um vazio entre eles aumentando cada vez mais. Seu Wilson despreza o mundo de Neto e este não suporta a presença do pai. A situação entre os dois atinge seu limite e Neto é enviado para um manicômio, onde terá que suportar as agruras de um sistema que lentamente devora suas presas.

  • Brilho eterno de uma mente sem lembranças
    Eternal Sunshine of the Spotless Mind (2004)

    Joel (Jim Carrey) e Clementine (Kate Winslet) formavam um casal que durante anos tentaram fazer com que o relacionamento entre ambos desse certo. Desiludida com o fracasso, Clementine decide esquecer Joel para sempre e, para tanto, aceita se submeter a um tratamento experimental, que retira de sua memória os momentos vividos com ele. Após saber de sua atitude Joel entra em depressão, frustrado por ainda estar apaixonado por alguém que quer esquecê-lo. Decidido a superar a questão, Joel também se submete ao tratamento experimental. Porém ele acaba desistindo de tentar esquecê-la e começa a encaixar Clementine em momentos de sua memória os quais ela não participa.

  • Cidade dos Anjos
    City of Angels (1998)

    Em Los Angeles, uma dedicada cirurgiã  fica arrasada quando perde um paciente durante uma operação, no mesmo instante em que um anjo, que estava na sala de cirurgia, começa a se sentir atraído por ela. Em pouco tempo ele fica apaixonado pela médica e resolve ficar visível para ela, a fim de poder encontrá-la freqüentemente, o que acaba provocando entre os dois uma atração cada vez maior, apesar dela ter um sério relacionamento com um colega de profissão. O ser celestial não pode sentir calor, nem o vento no rosto, o gosto de uma fruta ou o toque da sua amada, assim ele cogita em deixar de ser um imortal para poder amar e ser amado intensamente.

  • Cidade dos Sonhos
    Mulholland Drive (2001)

    Um acidente automobilístico na estrada Mulholland Drive, em Los Angeles, dá início a uma complexa trama que envolve diversos personagens. Rita (Laura Harring) escapa da colisão, mas perde a memória e sai do local rastejando para se esconder em um edifício residencial que é administrado por Coco (Ann Miller). É nesse mesmo prédio que vai morar Betty (Naomi Watts), uma aspirante a atriz recém-chegada à cidade que conhece Rita e tenta ajudar a nova amiga a descobrir sua identidade. Em outra parte da cidade o cineasta Adam Kesher (Justin Theroux), após ser espancado pelo amante da esposa, é roubado pelos sinistros irmãos Castigliane.

  • Cisne Negro
    Black Swan (2010)

    Cisne Negro é um thriller psicológico ambientado no mundo do balé da Cidade de Nova York. Natalie Portman interpreta uma bailarina de destaque que se encontra presa a uma teia de intrigas e competição com uma nova rival interpretada por Mila Kunis. O filme faz uma viagem emocionante e às vezes aterrorizante à psique de uma jovem bailarina, cujo papel principal como a Rainha dos Cisnes acaba sendo uma peça fundamental para que ela se torne uma dançarina assustadoramente perfeita.

  • Clube da Luta
    (1999)

    Jack (Edward Norton) é um executivo jovem, trabalha como investigador de seguros, mora confortavelmente, mas ele está ficando cada vez mais insatisfeito com sua vida medíocre. Para piorar ele está enfrentando uma terrível crise de insônia, até que encontra uma cura inusitada para o sua falta de sono ao frequentar grupos de auto-ajuda. Nesses encontros ele passa a conviver com pessoas problemáticas como a viciada Marla Singer (Helena Bonham Carter) e a conhecer estranhos como Tyler Durden (Brad Pitt). Misterioso e cheio de ideias, Tyler apresenta para Jack um grupo secreto que se encontra para extravasar suas angústias e tensões através de violentos combates corporais.

  • Como água para chocolate
    Como agua para chocolate (1992)

    “Como Água para Chocolate” conta a história de um amor proibido entre Tita de La Garza e Pedro Muzquiz. Proibidos de se amarem, Tita encontra uma outra forma de compartilhar sua paixão com Pedro: a comida. O resultado é uma grande rivalidade entre Tita, Pedro e Mama Elena com todo seu respeito às tradições.

  • Cría Cuervos
    Cría Cuervos (1976)

    Uma casa pequena e velha no centro de Madrid. Ana, uma menina de 9 anos de idade é o veículo para contar, mais do que uma história, um clima, uma atmosfera, uma chave vital, os costumes e sentimentos que destróem sua família. Ana acredita ter em suas mãos o poder da vida e morte sobre aqueles que a rodeiam. Acha que este poder foi o causador da morte de seu pai. Assim, neste universo fechado e do ponto de vista de uma criança, o tempo passa trazendo paixões, esperanças, descobrindo frustrações e, impassível, profetizando a morte.

    A conduta e as fantasias destrutivas de Ana, personagem do filme Cría Cuervos, decorrem da perda prematura de uma vivência de onipotência , que Winnicott ligaria às raízes primitivas da agressão.